domingo, 7 de junho de 2009

Repto á iluminação!

Entre o sonho e a dúvida. Caminhando inconstante pelo sonho, com dúvidas na mente. Mente dizendo seja o que for! Mente só! Mas na mentira existe a honestidade, na mentira existe, mais que não seja, a verdade do acto de mentir, pois é verdade que se mente!
Filtram-se milhares de coisas por uma lupa de incerteza, insípidos dias passam, mas retira-se deles, mesmo assim, tudo aquilo de que se gosta. Supõe-se um mundo de perfeição, algo que não interessa, são necessários erros, coisas que não batam certo, torna-se essencial saber que algo está errado, para que exista a vontade de acertar! É, por conseguinte, necessário falhar, o erro é um forte sinal de que estamos vivos!
Sendo assim,
Pensa em ti! Sonhas o mundo e não o vives? Sonha menos, vive mais, pensa menos no futuro e olha para o teu presente, tira os olhos de ti e com eles vê á tua volta, aquilo que vês está sempre ali! Sempre ali até ao momento que se cansa de ti! Não deixes aquilo cansar-se, não permitas a morte de uma parte de ti, não te permitas ao suicídio de algo teu!
Desprende-te um pouco, desenvencilha-te! Sê um pouco mais arrojado a tomar o pequeno almoço e sai de barriga cheia para o mundo!
Sai com as tuas certezas, com os teus propósitos! Partilha-os! O teu sonho é impossível porque ele é só teu! Partilha um pouco do teu sonho e verás o que acontece, mais provável é, que á primeira nem funcione, ou á segunda, até mesmo á quinquagésima, mas é bem possível que na centésima, encontres algo de bom, um sonho sonhado por mil, um sonho sonhado por outros que pode ser de facto a essência do teu sonho!
Sonha menos, faz mais, mas leva esse teu sonho contigo, propaga o espaço com ele, sonha-o no real! Realiza-te. Não permitas seres-te ausente de ti próprio, não te prometas ao anonimato, promete-te á discussão, ao barulho, o silêncio é vazio, é vácuo, é calmaria de quietude.
Não sonhes para estar quieto, sonha para desembainhar a espada, sonha para fazer correr sangue, o sangue que irriga o cérebro, faz com as armas uma verdadeira guerra de pensamento, descobre e usa as armas que necessitas para materializar um sonho!
Não fiques numa conversa de loucos em que todos dizem o mesmo com termos diferentes!
Não uses os óculos de sol, aqueles que te protegem da luz! Usa os óculos escuros, aqueles que te permitem a ver com mais clareza o que o sol ilumina em demasia!
Não sejas só tu, sê um pouco mais de ti!

Sem comentários: