domingo, 14 de junho de 2009

Partida de hoje em diante!

Partida. Dá um passo e chega a pausa, pausa somente para que o outro pé acompanhe a passada. Vai repetindo o processo até que quando olha para trás, aquilo que chamava de lar já não se reconhece por entre o borrão de cores que ficou a paisagem. Dá passos contínuos, continuamente! Parece nem saber para onde vai, mas a verdade é que segue em frente e esse parece-lhe um bom caminho, em frente.
Deixa para trás velhas memórias, momentos que o marcaram e marcarão para o resto da vida, tem um destino e agora esforça-se por correr atrás do tempo perdido. É absurdo quando nos deparamos com o tempo que perdemos em coisas de menos interesse!
Partiu! Segue o seu caminho, mesmo sem rumo, ele caminha. Caminhar sozinho é um desafio, das maiores provações que já sentiu, mas sozinho parece ser a resposta, parece ser o melhor método para atingir o seu fim, por isso, segue ele!
Nada o prepara para o que o espera, mas em contrapartida tudo o que viveu foi inesperado, todas as suas anteriores partidas lhe deixaram memórias fabulosas a par com momentos pavorosos, esta partida não deve ser diferente, a única coisa que diferencia tudo é o facto de ele saber que para esta partida não existe retorno, não existe sequer chegada, um movimento constante, é isso que o move!
Move-se então para o desconhecido, desconhece o futuro, mas podem apostar que o vai descobrir!
Pela descoberta lança-se de pés juntos pelo mundo.
Parte!

Sem comentários: