quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Um Caso de polícia. Parte 1


Peço imensa desculpa aos mais sensíveis, mas tenho, tenho mesmo de falar sobre um assunto que nos toca a todos.
A Maddie, Maddie não, que isso até parece nome de miúda desaparecida, a Madeleine, desapareceu… Bom, até agora nada de novo, ninguém se encontra chocado.
Comecemos então… O desaparecimento da Madeleine trata-se, nada mais nada menos, de um esquema dos pais para ganhar dinheiro, quer dizer, pelo menos desde o desaparecimento da filha que eles já viajaram para melhores sítios do que aqueles que eles tinham “possibilidades” para pagar, isto é, um casal de médicos inglês podia muito bem escolher um “sitiozinho” menos “pobrezinho” para passar as ferias de verão, é que o Algarve, nem para português serve… E se formos a ver, eles até já foram ao Vaticano procurar a filha, imagino como terá sido a conversa com o papa:
-“ Papa, Santíssimo, ouve lá… não foi nenhum dos teus amigos que a levou… pois não?”
A verdade é que o desaparecimento da Madeleine, é um acontecimento que provêm de uma fragilidade parental. Os pais de Madeleine, exaustos e esfomeados, decidem, abdicando de tudo o que têm, ir “jantar”, afim de não perderem os sentidos, por não se conseguirem alimentar convenientemente, visto terem 3 filhos e terem de tratar de todos ao mesmo tempo. É então num momento de perfeita estupidez que largam os três filhos para ir a uma “jantarada” com os amigos… obviamente isto nunca aconteceria em Portugal, em Portugal, a mãe passaria fome, ou comeria os seus filhos!