domingo, 25 de fevereiro de 2007

Impecábel!


Tenho andado a pensar em comprar um carro, agora que tirei a carta, a decisão pareceu-me óbvia!
Aquilo que a mim me choca, é que sempre que entro dentro de um stand de automóveis, sinto-me um ratinho que está prestes a ser “papado” por um gatarrão gordo e feio que dá pelo nome de senhor Aquilino. Sim, esse mesmo que antes trabalhava como picheleiro, mas que após uma curta estadia na Alemanha, descobriu o negocio de importação de veículos ligeiros sem condições mínimas para a circulação na via pública, essa mina de ouro que muitos desconhecem!
Aquilo que me impressiona é a quantidade de ratinhos que se encontram nesses mesmos stands. Ao inicio eu pensava que só eu é que iria ser “papado” por esses tipos de sorrisinho amarelo com esgares no sobre olho e manchas de ketchup no colarinho, mas não, existem por aí centenas de milhares de pessoas que confiam no senhor do “tá impecábel, é só um retoque na pintura e fica mesmo impecábel, depois bocê compra um motorzinho de arranque nobo e um spoilere e bocê bê que fica mesmo mesmo impecábel, aliás, fica como novo! E não se esqueça que este carro é uma raridade. Carros como este já não se fazem!” E de facto não se fazem, não por serem maus, mas por que são dos anos 70! É realmente uma decisão importantíssima a compra de um carro, porque o carro passa a ser o nosso “menino” começamos a comprar coisas para o carro ao invés de comprar-mos coisa para nós, começamos a utilizar o carro para tudo e mais alguma coisa e quando damos por nós, o dinheiro que ao fim de 4 meses gastamos naquele carro em 5ª mão que estava “impecábel, mesmo mesmo mesmo impecábel” dava para comprar um carro novo sem qualquer manha para abrir a porta, ou fazer ligar o rádio.
Sabem uma conclusão a que eu cheguei ao fim de 3 dias á procura de um carro? Decidi parar de procurar um carro, porque sabem o que é mesmo mesmo mesmo impecábel?
É ter dinheiro para pagar o passe no fim do mês!

domingo, 11 de fevereiro de 2007

Ano novo Vida nova!

Foi Natal e passou o Ano, comi umas rabanadas, bebi um champanhe e acima de tudo pensei em escrever para este blog (antro de devassidão e despojo).

Confesso que o não fiz, não por falta de vontade, somente por excesso de reflexão.
Pensei, pensei e repensei em escrever, juro que o fiz, não por minha vida, que Deus a tenha em doce guarida, mas pela vida dos demais leitores os quais eu sinto que sentem saudades deste local seguro, despojado de maneiras e formas de estar, onde, pelo menos uma vez por mês, podem suspirar e dizer “que tristeza!”
É por isso mesmo que eu sinto que é chegada a altura de voltar a colocar este local no top dos sítios mais degradantes a visitar seguido de:

http://www.veraepauloferreira.pt.vu/


É por isso mesmo que vos deixo com esta alegre e não menos deslumbrante notícia:
Este blog passa a ser mensal! Irá ter por mês um número certo de postagens, duas!
A primeira no primeiro domingo de cada mês e a segunda no ultimo domingo de cada mês.
Preparem-se, reflictam, coloquem tampões nos ouvidos e abram muito bem os olhos, aquilo que vou dizer fica só entre nós!
É preciso ser-se muito crente para confiarem na minha palavra! Se são crentes sigam o percurs daquele que pretende ser o mais “sério” de todos os blog´s!